Ludmilla fala sobre deputados que querem proibir casamentos entre pessoas do mesmo sexo. RIDÍCULO, dizem outros famosos

Publicado em:

11/10/2023

Ludmilla e Bruna Gonçalvez se posicionam a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo
Ludmilla e Bruna Gonçalvez se posicionam a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo (FOTO Rep./Instagram)

O Brasil está dividido. Um grupo de deputados acha que o casamento é uma união entre um homem e uma mulher que podem ter filhos, como Deus mandou.

Um segundo grupo, cada vez maior, acredita que o casamento é um ato de amor, não importa o sexo, a religião e a cor dos noivos. A grande maioria dos famosos estão neste grupo.

Casamento homoafetivo

A discussão entre o casamento entre pessoas do mesmo sexo está sendo discutida em Brasília, pelos deputados, há 16 anos.

O deputado federal Clodovil Hernandes, estilista e apresentador de televisão, fez uma proposta em 2007 de um projeto de lei, que está em discussão até hoje, em outubro de 2023. Clodovil morreu em 2009, sem ver seu projeto aprovado.

A proposta de Clodovil era mudar a lei permitindo que duas pessoas do mesmo sexo tivessem os mesmos direitos que um homem e uma mulher tem quando se casam.

Como sempre acontece com assuntos complicados, a tramitação do projeto de lei se arrastou, até que, em 2011, o STF (Supremo Tribunal Federal) determinou que a união estável que antes era só entre e mulheres, agora podia ser entre pessoas do mesmo sexo.

Ainda não era o casamento homoafetivo, mas foi um grande avanço, que passou a considerar estes casais como “entidades familiares”.

Dois anos depois, em 2013, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) soltou uma determinação que obrigava os cartórios a realizar casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Enquanto isso, nossos velozes deputados federais, continuavam discutindo e brigando entre si, até que agora, em outubro de 2023, conseguiram aprovar um texto em que, pessoas do mesmo sexo, podem oficializar sua união não como AMOR mas sim com CONTRATANTES:

“A fim de permitir que pessoas do mesmo sexo possam, exclusivamente para fins patrimoniais, constituir união homoafetiva por meio de contrato”.

O amor de um casal de pessoas do mesmo sexo, viraria um negócio que só envolve dinheiro e outros bens patrimoniais. Amor só entre um homem e uma mulher.

E qual a lógica destes deputados? Vejam algumas opiniões de deputados que são contra o casamento de pessoas do mesmo sexo:

“Aprovar o casamento homossexual é negar a maneira pela qual todos os homens nascem neste mundo, e, também, é atentar contra a existência da própria espécie humana”.

“O casamento é entendido como um pacto que surge da relação conjugal, e que, por isso, não cabe a interferência do poder público, já que o casamento entre pessoas do mesmo sexo é contrário à verdade do ser humano”.

“Os atos homossexuais não só são incapazes de gerar vida, mas, também, porque não provêm de uma verdadeira complementariedade sexual […]. Aqui não estamos falando de amor enquanto afeto, sentimento, prazer, mas enquanto doação mútua para geração de uma nova vida”.

Então, segundo os deputados, tudo se resume a um único ponto muito importante: “Casais homoafetivos não podem ter filhos, então não podem ser um casal”.

O amor, o afeto e o carinho não existem para estes deputados. Casar é para ter filhos e não se discute.

Da mesma forma que estes deputados representam um parte da sociedade brasileira, nossos famosos representam a opinião de seus seguidores. Eles botaram a boca no trombone sobre esta decisão dos nossos deputados conservadores.

Ludmilla e Bruna Golçalvez

“É inadmissível que depois de tantos problemas que o país sofreu nos últimos anos, este seja o maior incômodo para tantas mentes, que eu digo que são mentes ignorantes, atrasadas, cheias de desconhecimento e incompreensão, que ainda usam religião para esconderem seus preconceitos e falas abomináveis. Mais um dia em que a nossa comunidade sofre, e que sofre MUITO. A verdade é que a preocupação não está sendo com o nosso país e sim com a felicidade alheia”.

Ludmilla e Bruna Gonçalvez, um casal de famosas que defende o casamento homoafetivo
Ludmilla e Bruna, um casal de famosas que defende o casamento homoafetivo (FOTO Rep./Instagram)

Felipe Neto

“É o Congresso mostrando exatamente o que ele é, o que ele representa. É um recado”, desabafa Felipe Neto no PodPah após Comissão da Câmara dos Deputados aprovar projeto de lei inconstitucional que proíbe casamento homoafetivo”.

Pablo Vittar

“Tantas coisas horríveis acontecendo no país e a maior preocupação é se gays podem ou não se casar, que retrocesso”.

Pablo Vittar fala que discussão sobre casamento de pessoas do mesmo sexo é um retrocesso
Pablo Vittar fala que discussão sobre casamento de pessoas do mesmo sexo é um retrocesso (FOTO Rep./Twitter)

A deputada Erika Hilton, PSOL-SP, fez um discurso contrário à proposta dos deputados conservadores:

“O presente relatório tem inconstitucionalidades, monstruosidades e barbaridades”, começou a deputada e continuou:

“Querem associar a homosexualidade a patologias e a doença”, disse em tom inflamado.

“Querem impedir que famílias vivam seus amores, constituam seus patrimônios”.

“Não adianta utilizar da fé e religiosidade para mascarar o ódio de vossas excelência. A história será implacável “, finalizou.

A deputada Federal Erika Hilton solta os bichos em cima dos deputados conservadores
A deputada Federal Erika Hilton solta os bichos em cima dos deputados conservadores (FOTO Rep./Twitter)

Num país democrático como o Brasil, vale o voto da maioria, que elege seus representantes, nossos deputados, que representam a opinião de seus eleitores.

Quem tem razão? Os que defendem que o casamento tem como função principal a procriação? Ou quem acha que o casamento é a forma oficial de celebrar o amor entre duas pessoas?

Veja outras postagens sobre famosos na Gazeta da Fama.

Compartilhe:

Você também vai gostar

Yasmn Brunet produzida para um desfile ou à vontade em casa, uma beleza espetacular

Yasmin Brunet chora ao saber de comentários sobre seu corpo: “Rosto lindo e corpo estranho”

Enzo Celulari pisou na bola acusando João Figueiredo de ter casado com Sasha por interesse. Se deu mal

Enzo Celulari rompe o silêncio e fala pela primeira vez sobre confusão com Sasha

Neymar está sendo processado por propaganda enganosa por ter sido, durante 2 anos, embaixador da Blaze

Neymar é bom de bola? É bom de cama? Então, por que ele está sendo processado por propaganda enganosa?

Rolar para cima