Tutinha, dono e presidente da Jovem Pan, pede demissão. O que vai acontecer agora?

Publicado em:

09/01/2023

Tutinha, dono e ex-presidente da Jovem Pan, renuncia. O novo presidente é Roberto Araújo está na empresa desde 2013.
Tutinha renuncia ao cargo de presidente da Jovem Pan, mas continua dono. (Foto - Grupo Jovem Pan / Divulgação)

Renúncia de Tutinha, presidente da Jovem Pan. Mudança ou cortina de fumaça?

A notícia mais divulgada nas redes sociais, nesta segunda feira, 09/01/2023 é a renúncia do presidência do grupo Jovem Pan (JP). Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, Tutinha para os íntimos, continua o dono do grupo mas passou o cargo para Roberto Araújo, que trabalha na JP desde 2013.

Que tal sabermos um pouco mais sobre Tutinha, voltando para trás alguns anos. Casamento e separação, o maior barraco.

Tutinha e Flávia Eluf se casaram em 2005, com muito luxo e requinte e, aparentemente muito amor. Para ele foi o quarto casamento. Para ela, advogada e joalheira, a cerimônia foi inesquecível, com convidados famosos como Luciano Hulk e Sabrina Sato e apresentações de Gretchen e Latino.

Viveram felizes para sempre?

Dez anos depois, o casal já com duas filhas, veio a separação que envolveu advogados, polícia e acusação de roubo.

Tutinha acusou a ex-mulher de roubar quadros e joias. Registrou queixa na polícia e chegou a publicar no seu Facebook:

  • O barraco ficou ainda maior, quando Tutinha postou, em seu perfil do Facebook, que 43 quadros e esculturas haviam sumido da residência, entre exemplares de Di Cavalcanti, Amélia Toledo, Tunga, Vik Muniz e os gêmeos. “Ela me roubou”, acusa ele.” (Revista Veja São Paulo).
  • “Ela também sumiu com uma coleção de mais de cinquenta relógios, como Rolex. Até panela de 10 reais desapareceu”,  (idem)

Depois de tudo isso, Tutinha fez uma retratação, exigida por Flávia, integralmente e sem ressalvas.

Ficou o dito por não dito.

Muito bem, voltamos 18 anos atrás para tentar entender o que está acontecendo agora em janeiro de 2023.

A rede Jovem Pan, sempre apoiou o ex-presidente Bolsonaro, e com a derrota dele nas eleições, apoiou o movimento que ocupou as ruas pedindo intervenção militar.

Com a vitória do candidato Lula, agora presidente, este apoio desagradou anunciantes do grupo JP, que iniciaram a campanha, #DesmonetizaJP .

Desmonetizar quer dizer o mesmo que “tirar dinheiro”, ou seja, a campanha quer que anunciantes parem de colocar dinheiro na JP.

Segundo o portal DCM, a Natura anunciou que removeu seus anúncios da JP. A Tim, o C6 Bank e o Burguer King também já se desvincularam da emissora.

Um ditado popular nos diz que a parte mais sensível do corpo é o bolso, e isso vale também para empresas. Perder anunciantes é perder dinheiro e nenhuma empresa quer isso.

Então vem a notícia, no próprio site da JP, que “Roberto Araújo assume presidência do Grupo Jovem Pan”.

Roberto Araújo é o novo presidente do Grupo Jovem Pan, depois da renúncia de Tutinha.
O novo presidente do Grupo Jovem Pan, Roberto Alves de Araújo. (Foto – Reprodução Jovem Pan)

Só o tempo nos dirá se a renúncia de Tutinha é uma forma de “apagar o incêndio” ou se haverá um mudança real no comportamento da Jovem Pan.

Veja mais sobre política clicando aqui

Compartilhe:

Você também vai gostar

Tentativa de impedir Roberto Cabrini de gravar matéria sobre exploração de crianças em Marajó

Exploração sexual de crianças em Marajó: Tentaram impedir reportagem de Roberto Cabrini para o Domingo Espetacular

Joana Sanz e Daniel Alves estavam juntos há 8 anos, com a condenação por estupro o que vai acontecer com o casamento?

Mulher de Daniel Alves desabafa após condenação do jogador, amor e coração ferido

Luana Piovani, acompanhada das apresentadoras do Podcasr PodDelas, conta sobre assédio de diretor da Globo

Luana Piovani relata episódio de assédio envolvendo diretor da Globo

Rolar para cima