Ruan Walker, fotógrafo, faz ensaio com crianças negras nos papéis da turma da Mônica. Ficaram lindos!

Publicado em:

22/03/2023

Ruan Walker fotografa crianças negras caracterizadas como personagens da Turma da Mônica
Ruan Walker fotografa crianças negras caracterizadas como personagens da Turma da Mônica (FOTO Rep./Instagram)

Ruan Walker traz para o Brasil a tendência mundial de “racebending”, de fotografar personagens brancos com artistas negros

O ensaio fotográfico do fotógrafo Ruan Walker, que vestiu crianças negras como personagens da Turma da Mônica, foi um sucesso nas redes sociais. As fotos foram elogiadas pela beleza e representatividade, mas o que mais chamou a atenção foi a gostosura de ver as crianças se divertindo e se identificando com seus personagens favoritos.

Na foto abaixo, os personagens da turma da Mônica, como aparecem nos desenhos de Maurício de Souza.

Personagens da turma da Mônica, Magali, Cascão, Mônica e Cebolinha, sucesso para avós, pais e filhos
Turma da Mônica, Magali, Cascão, Mônica e Cebolinha, sucesso para avós, pais e filhos (FOTO Rep. / Divulgação)

Nas imagens, as crianças pareciam estar se divertindo muito, felizes em poder vestir as roupas e acessórios dos seus personagens favoritos na Turma da Mônica. Foi uma verdadeira celebração da diversidade e inclusão, mostrando que crianças de todas as cores podem se identificar e se divertir com esses personagens icônicos.

Ruan Walker fotografa crianças negras caracterizadas como personagens da Turma da Mônica
Ruan Walker fotografa crianças negras caracterizadas como personagens da Turma da Mônica (FOTO Rep./Instagram)

Ruan Walker mostrou um grupo de crianças de 3 anos que toparam o desafio de ser Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão por um dia. O ensaio mobilizou principalmente os responsáveis pelas crianças, que passaram a elas o amor pela turma criada por Maurício de Sousa.

Ravi Vieira era o Cascão, Anthony Gabriel estava vestido como Cebolinha, Acsah Bernardo era a Magali, e Gabrielly Nascimento era a Mônica, segurando seu coelhinho.

“Os pais já eram fãs da Turma da Mônica e acabaram incentivando as crianças a ver e a conhecer. Lá no momento do ensaio, eles [as crianças] nem tinham mais nomes, eram Cebolinha, Mônica, Cascão e Magali. Então todos se reconheceram pelos personagens e acabaram virando fãs da série também”, explicou Ruan, na entrevista ao site gshow.

As crianças negras fotografadas por Ruan Walker se reconheceram nos personagens da turma da Mônica
Crianças negras fotografadas por Ruan Walker se reconhecem como sendo da Turma da Mônica (FOTO Rep./Instagram)

Nas redes sociais as fotos bombaram. “Essa turminha arrasou!” escreveu o perfil oficial da Turma da Mônica. O filho de Maurício de Sousa, Mauro de Sousa , também elogiou: “Que coisa mais linda”, postou.

Esta tendência de utilizar atores negros para interpretar personagens que originalmente eram brancos é conhecida como “racebending”, que pode ser livremente traduzido como “a prática de se escolher para um papel um ator de etnia diferente da do personagem original” e tem sido cada vez mais adotada na indústria do entretenimento.

Um exemplo notável é a escolha de Halle Bailey, uma atriz negra, para interpretar Ariel, a Pequena Sereia, na adaptação cinematográfica da Disney. A decisão causou polêmica entre alguns fãs, mas foi amplamente apoiada por aqueles que defendem a inclusão e a diversidade na mídia.

Halle Bailey será Ariel, a pequena sereia, nas telonas, seguindo uma tendência mundial de apoio à identidade negra
Halle Bailey será Ariel, a Pequena Sereia, em apoio à criação de nova identidade negra (Reprodução/Veja SP)

Ruan embarcou de cabeça neste projeto, seguindo uma tendência crescente no mundo:

“É um projeto que visa a transformar personagens muito famosos e populares que originalmente não são negros. Mas faço essa transformação para as pessoas verem como seriam, até para trazer essa representatividade, e para as pessoas se verem naquele papel que eles nunca se viram antes”.

Ruan ajuda a despertar a alma de ator em cada criança.

“É sempre muito surpreendente para mim, porque eles são muito novinhos, então a gente não espera uma reação muito madura assim. É muito legal porque eles se reconhecem ali nos personagens, quando eles veem as fotos prontas, pedem para ver toda hora. Eles já começam a se chamar dos nomes dos personagens, ficam muito felizes. É muito gratificante e surpreendente para mim a reação das crianças assim”.

O fotografo tem muitos trabalhos a mostrar, dentro desta onda de “racebending”.

Menina graciosa ganha asas e se transforma na Fada Sininho.

Em ensaio de Ruan Walker, criança ganha asas para ser a Fada Sininho negra
Em ensaio de Ruan Walker, criança ganha asas para ser a Fada Sininho negra (FOTO Reprodução/Instagram)

Menina seríssima, uma atriz mirim, caracteriza Wandinha.

Menina pousa com seriedade para ensaio de Ruam Walker, como Wnadinha da família Addams
Atriz mirim pousa c/ seriedade em ensaio de Ruam Walker, como Wandinha da família Addams (FOTO Rep./Instagram)

Barbie negra sai de sua caixinha pronta para brincar.

Criança negra vira Barbie em projeto do fotógrafo Ruan Walker
Criança negra vira Barbie em projeto do fotógrafo Ruan Walker (FOTO Reprodução/Instagram)

Muito fashion, Homem Aranha é puro charme.

No projeto de Ruan Walker que retrata crianças negras como seus personagens favoritos, o menino está com Homem Aranha
O projeto de Ruan Walker retrata crianças negras em herois, menino é o Homem Aranha (FOTO Rep./Instagram)

Esta tendência de mostrar o personagem preferido da criança como alguém semelhante a ela, com a cor de pele do personagem igual a cor da pele da criança, é importantíssima como forma de inclusão e valorização.

Um exemplo simples são os emojis para negros que estão agora disponíveis. Por que um negro deve dar um “OK”, “até logo” ou bater palmas com uma mão branca?

Emojis para pessoas negras são um avanço a favor do reconhecimento da identidade negra

Veja vídeo do ensaio fotográfico, clicando aqui.

Veja mais sobre pais e filhos clicando aqui.

Compartilhe:

Você também vai gostar

Virginia é detonada por colocar dois seguranças, um dentro e um fora da escola da filha Maria Alice

Segurança dentro de colégio? Virginia é detonada por pais de alunos da escola de Maria Alice

Faustão fez um transplante de rim, bem sucedido, mas, nas redes sociais existe dúvida sobre ter furado fila

Faustão furou a fila do SUS? Internautas criticam rapidez em transplante de rim do apresentador

Rodriguinho chegando na TV Globo para participar do "Mais Você", depois da eliminação no BBB 24

Rodriguinho não saiu do BBB 24 porque pediu. Saiu porque foi arrogante durante o programa inteiro

Rolar para cima