Sonia Abrão detonou Suzane Von Richthofen, assassina confessa dos pais, que está grávida: “Vai matar o filho”

Publicado em:

04/09/2023

Sonia Abrão detona Suzane Von Richthofen que matou os pais e agora anuncia gravidez
Sonia Abrão detona Suzane Von Richthofen que matou os pais e agora anuncia gravidez (FOTO Rep./You Tube)

Suzane foi uma participante ativa quando, em 31 de outubro de 2002, seus pais foram assassinados. Ela matou os pais, confessou e foi condenada a 39 anos de prisão. Agora, está grávida. Ela tem direito à recomeçar a vida?

Sonia Detona Suzane

A apresentadora Sonia Abrão tem uma fala tranquila para expressar sua opinião sempre cortante, e não poupou palavras ao comentar sobre a gravidez de Suzane von Richthofen em seu programa “A Tarde é Sua”.

Sonia classificou Suzane como “eternamente perigosa” e expressou preocupação com o futuro da criança:

“Olha, eu tenho uma palavra para definir a Suzane que seria perigosa! Ela vai ser eternamente perigosa”. disse Sonia, bem ao seu estilo, mas transmitindo o que a grande maioria do público está pensando, e continuou:

“Não dá para ninguém se sentir seguro, porque quem faz isso com os pais, faz com qualquer pessoa, vai fazer até com o filho, porque o nível de ligação, é a ligação direta sanguínea e ela não esteve nem aí para isso”, segundo apresentadora quem matou os pais pode matar o filho.

“Uma garota de 19 anos – na época – encomendar que os pais fossem mortos a marretadas, dormindo, serem acordados com pauladas na cabeça, serem trucidados e participar disso. Saber o que estava acontecendo, que era por encomenda dela, gente não dá!”, a apresentadora resumiu a crueldade da filha com os pais.

“Então tem que ser afastada da sociedade para sempre, não tem o que acrescentar. Não tem o direito de ter uma segunda chance não tem o direito de reconstruir uma vida depois de ter acabado com duas vidas”.

|Sonia Abrão falou o que está na boca do povo.

A voz do povo é a voz de Deus? Talvez. Mas, definitivamente, não é a voz da justiça.

Entenda o caso que abalou o País

O caso Suzane von Richthofen é um dos mais notórios e chocantes da história criminal brasileira. Em outubro de 2002, os corpos de Manfred e Marísia von Richthofen foram encontrados em sua residência em São Paulo, brutalmente assassinados.

Inicialmente, o crime foi tratado como um latrocínio, um roubo seguido de morte. No entanto, as investigações logo revelaram uma trama muito mais sinistra.

Suzane, a filha do casal, e seu então namorado, Daniel Cravinhos, juntamente com o irmão deste, Cristian Cravinhos, foram presos e posteriormente confessaram o crime.

O trio planejou e executou o assassinato dos pais de Suzane com requintes de crueldade. Os pais foram mortos enquanto dormiam, acordados com golpes de barra de ferro e depois asfixiados.

O motivo do crime, segundo as investigações, foi a herança da família, estimada em milhões.

Suzane e Daniel, que eram namorados na época, planejaram o crime meticulosamente, chegando a fazer simulações antes de executá-lo.

O caso foi amplamente coberto pela mídia e chocou o Brasil não apenas pela brutalidade, mas também pela frieza e calculismo dos envolvidos.

Em 2006, Suzane foi condenada a 39 anos de prisão.

Ela foi inicialmente mantida em regime fechado, mas progrediu para o regime semiaberto em 2015.

Em 2021, ela foi autorizada a cursar faculdade de farmácia e, mais recentemente, passou para o regime aberto.

Sonia Abrão detona Suzane Von Richthofen, se matou os pais ela pode matar o filho?
Sonia detona Suzane, se matou os pais ela pode matar o filho? (FOTO Reprudução / TV Globo)

Suzane Escolhe o Nome Isabela

A gravidez de Suzane trouxe outra polêmica à tona. Ela pretende nomear a filha de “Isabela”, o mesmo nome de Isabella Nardoni, uma criança que foi assassinada pelo pai e pela madrasta em 2008.

Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella, criticou fortemente a escolha do nome:

“Minha filha não precisa da sua homenagem. Ela precisa de homenagem minha. Ela precisa de homenagem boa. Ela precisa de homenagem de pessoas que tem referência, não você”, disse Ana Carolina, fazendo coro à Sonia.

Castigo Legal e Castigo Moral

Enquanto a lei brasileira condenou Suzane a 39 anos de prisão, a sociedade parece ter emitido seu próprio veredito.

Sonia Abrão e Ana Carolina Oliveira são apenas duas vozes em um coro de indignação pública que, em muitos casos, parece defender uma “morte social” para Suzane.

A questão que permanece é: quem está certo? A lei, que permite a Suzane a oportunidade de reconstruir sua vida, ou a sociedade, absolutamente contrária a entender que ela já pagou por seu crime?

Veja mais artigos sobre Sonia Abrão na Gazeta da Fama.

Compartilhe:

Você também vai gostar

Joana Sanz e Daniel Alves estavam juntos há 8 anos, com a condenação por estupro o que vai acontecer com o casamento?

Mulher de Daniel Alves desabafa após condenação do jogador, amor e coração ferido

Luana Piovani, acompanhada das apresentadoras do Podcasr PodDelas, conta sobre assédio de diretor da Globo

Luana Piovani relata episódio de assédio envolvendo diretor da Globo

Xuxa fez uma homenagem ao Davi do BBB 24, usando uma camiseta com "Calma Calabreso"

Calma Calabreso! Xuxa arrasa no navio e faz homenagem a Davi do BBB 24

Rolar para cima