Tatá Werneck e Cauã Reymond fizeram propaganda para empresa acusada de golpe: “apenas” R$ 7 bilhões

Publicado em:

03/08/2023

Tatá Werneck e Cauã Reymond fizeram propaganda para empresa que deu prejuízos de R$ 7 bilhões
Tatá Werneck e Cauã Reymond propaganda para empresa que deu prejuízos de R$ 7 bilhões(FOTO Rep./Atlas Quantum)

Tatá e Cauã fazem propaganda enganosa

A empresa Atlas Quantum é acusada de dar um golpe no mercado e o tamanho do prejuízo é de R$ 7 bilhões, para 200 mil pessoas que acreditaram e colocaram dinheiro.

Tatá e Cauã convocados a prestar depoimento sobre prejuízos de R$ 7 bilhões
Tatá e Cauã convocados a prestar depoimento sobre prejuízos de R$ 7 bilhões (FOTO Rep./Atlas Quantum)

A repercussão foi tão grande que está sendo aberta uma investigação em Brasília, por dois deputados, Paulo Bilynskyj e Áureo Ribeiro. O objetivo é analisar o que aconteceu e evitar que aconteça de novo.

Por enquanto os dois famosos não são acusados de nada, mas eles são obrigados a comparecer.

Mas por que Tatá e Cauã e outros famosos envolvidos foram convocados? Eles fizeram propaganda para a empresa Atlas Quantum. Enquanto a empresa estava ativa, os dois participaram de campanhas publicitárias. Vídeos com Cauã e Tatá ainda podem ser encontrados na página da Atlas Quantum no Facebook.

No You Tube um vídeo de Cauã incentiva investidores a entrar no mundo das criptomoedas:

“Estou aberto a tudo, eu acho que desde o Instagram e do Facebook, e da revolução das mídias sociais, a gente não tem mais como se fechar, e fingir que alguma coisa não está acontecendo. Então acho que as criptomoedas estão aí, e a gente tem que olhar para elas, e como eu já disse, tenho alguns amigos que estão investindo e estão muito felizes”.

Cauã fez um vídeo tipo depoimento, com um claro incentivo aos seus seguidores para trilhar o mesmo caminho destes seus amigos que estão investindo e se dando bem.

Tatá Werneck também fez um vídeo de incentivo à investidores:

“Convidamos você para o DESAFIO INVESTIDORES”, aí Tatá se abana e diz que não será um desafio e sim um prazer, e ela continua lendo:

“Calma Tatá porque será um jogo educacional em criptomoedas e bitcoin”. Tatá diz que é legal e que ela vai se preparar.

Enquanto Tatá lê um convite, Cauã faz um incentivo a investir, duas coisas bem diferentes.

Agora, vamos ao ponto crucial: ao fazer propaganda, os famosos são também criminosos? Bem, isso é uma questão complexa. Se eles sabiam que estavam promovendo um esquema fraudulento, então sim, eles poderiam ser considerados cúmplices. No entanto, se eles foram enganados como o resto de nós, então eles são vítimas.

Ainda assim, como figuras públicas, eles têm uma responsabilidade social. Eles possuem uma influência significativa e, portanto, devem ser mais cautelosos ao endossar produtos e empresas. Afinal, suas palavras podem levar muitas pessoas a tomar decisões financeiras erradas.

Veja mais Tretas e Mutretas na Gazeta da Fama.

Compartilhe:

Você também vai gostar

Tentativa de impedir Roberto Cabrini de gravar matéria sobre exploração de crianças em Marajó

Exploração sexual de crianças em Marajó: Tentaram impedir reportagem de Roberto Cabrini para o Domingo Espetacular

Joana Sanz e Daniel Alves estavam juntos há 8 anos, com a condenação por estupro o que vai acontecer com o casamento?

Mulher de Daniel Alves desabafa após condenação do jogador, amor e coração ferido

Luana Piovani, acompanhada das apresentadoras do Podcasr PodDelas, conta sobre assédio de diretor da Globo

Luana Piovani relata episódio de assédio envolvendo diretor da Globo

Rolar para cima