Kayky Brito não estava sóbrio quando foi atropelado, “Eles estavam totalmente alterados”, revela a mulher de vestido rosa

Publicado em:

02/10/2023

Tudo está bem quando acaba bem. Kayky Brito está em casa, mas o caso tem novidades
Tudo está bem quando acaba bem. Kayky Brito está em casa, mas o caso tem novidades (FOTO Rep./Instagram)

O Domingo Espetacular, da Record TV, neste 01/10, mostrou um vídeo em que Kayky e Bruno de Luca se aproximam de uma mulher de vestido rosa. e Kayky, “totalmente alterado”, segundo ela, tenta dar um beijo nela, antes do acidente.

Kayky e mulher de rosa

O atropelamento de Kayky, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, foi o principal assunto da internet, durante semanas.

A torcida pela recuperação do ator, foi recompensada, quando no final de setembro, ele teve alta para continuar a recuperação em casa.

A investigação da polícia começou verificando se o motorista de aplicativo Diones, estava bêbado. Não estava.

Na sequência a policia verificou se houve, excesso de velocidade. Diones dirigia a 57 km/h, numa avenida onde a velocidade máxima era de 70 km/h e, no instante exato do atropelamento, a velocidade estava em 48 km/h. A velocidade era normal.

O amigo, Bruno, que disse à polícia que não viu o acidente, é mostrado no vídeo com as mãos na cabeça, desesperado, vendo o amigo no chão. Ele não socorreu Kayky, mas o delegado explicou que a obrigação do socorro era do motorista, e este fez tudo certinho.

Um acidente com vítima e sem culpado? Não!!

É aí que em em cena uma nova personagem, a mulher de vestido rosa.

Testemunha antiga e fatos novos

Não sabemos o nome da mulher de rosa que estava no quiosque com o ator e o apresentador, temos apenas o vídeo da Record. Neste post vamos usar a cor do vestido e chama-la de “Rosinha”.

“Rosinha” foi categórica quando fez uma afirmação muito forte:

“Eles não estavam assim sóbrios, nem um pouco”, disse descrevendo o estado da dupla, e prosseguiu:

“Eles estavam totalmente alterados”.

No vídeo vemos que primeiro Kayky tentou conseguir o telefone dela e, num segundo instante, dar um beijo no rosto dela.

Tudo está bem quando acaba bem. Kayky Brito está em casa, mas o caso tem novidades
Kayky, muito alterado, pede o telefone da mulher misteriosa de vestido rosa (FOTO Reprodução / Record TV)

Bruno, então, puxa Kayky para longe de “Rosinha”, que, apesar do assédio, não tinha perdido a esportiva.

Kayky e mulher de rosa, testemunha do atropelamento, pediu cuidado ao ator
Kayky e a mulher de rosa, testemunha do atropelamento, pediu cuidado ao ator (FOTO Reprodução / Record TV)

“Rosinha” conta também que tentou alertar para o perigo de andar pela avenida movimentada num estado “totalmente alterado”, termo que usou para descrever a situação da dupla:

“Eu tinha acabado de falar com eles”, contou ela sobre a noite do acidente.

“Eu estava ali, naquele momento, pedindo para eles tomarem cuidado, para aquilo não acontecer, sabe?”

Sim, “Rosinha”, sabemos. Você fez o que pode, mas não tinha como evitar.

Kayky, “totalmente alterado”, foi vítima de si próprio.

Mas, tudo está bem quando acaba bem:

A reportagem do Domingo Legal tentou contato com a esposa de Kayky, que não deve ter ficado nem um pouco satisfeita com o assédio à “Rosinha”, nossa personagem misteriosa.

O que a jornalista Tamara Dalcanale, esposa de Kayky, pensa de tudo isso?

Compartilhe:

Você também vai gostar

Tentativa de impedir Roberto Cabrini de gravar matéria sobre exploração de crianças em Marajó

Exploração sexual de crianças em Marajó: Tentaram impedir reportagem de Roberto Cabrini para o Domingo Espetacular

Joana Sanz e Daniel Alves estavam juntos há 8 anos, com a condenação por estupro o que vai acontecer com o casamento?

Mulher de Daniel Alves desabafa após condenação do jogador, amor e coração ferido

Luana Piovani, acompanhada das apresentadoras do Podcasr PodDelas, conta sobre assédio de diretor da Globo

Luana Piovani relata episódio de assédio envolvendo diretor da Globo

Rolar para cima